quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Eis o plano real

Em primeiro lugar, as variáveis que interessam primariamente para o regime de metas de inflação: taxa de juros - Selic, índice de inflação acumulada em 12 meses - IPCA, taxa de câmbio média no mês - US$ - e resultado nominal do setor público consolidado - União, Estado e Municípios - com sinal trocado em relação ao PIB, ou seja, o valor 4 no gráfico representa um déficit nominal de 4% do PIB acumulado em 12 meses) - NFSP.



Adicionalmente, um gráfico mais completo, com mais duas variáveis importantes: gasto com juros da dívida em relação ao PIB e o volume de reservas cambiais em milhões de dólares (divido por 10.000, ou seja, o valor 32 no gráfico representam 320 bilhões de dólares).



Importante notar que:

  1. em 1994 houve a Crise econômica do México de 1994, a qual impôs condições desafiadores para o início do Plano Real;
  2. em 1997 houve a Crise financeira asiática de 1997, a qual teve impactos no Brasil, que foi forçado a elevar a taxa de juros a 45% a fim de conter a fuga de capitais;
  3. em 1998 houve a Crise financeira na Rússia em 1998, a qual teve impactos no Brasil, que foi novamente forçado a elevar a taxa de juros a 45% a fim de conter a fuga de capitais, mais forte que na crise de 1997, e que impôs ao Brasil o fim do regime de câmbio fixo e a consequente adoção do regime de metas de inflação com câmbio flutuante;
  4. em 2003 Lula assumiu a presidência do Brasil;
  5. entre 2006-2008 houve a Crise do subprime (2006-2008) nos EUA com a consequente Grande Recessão (2008-);
  6. em 2009 houve a Crise da dívida pública da Zona Euro (2009-), em consequência da crise do subprime nos EUA.

Cronologia dos anos 90

Abaixo segue evolução do indicador dívida/pib para a economia dos EUA.


Evolução histórica da taxa de juros dos EUA.

  

Evolução histórica da taxa de inflação dos EUA.


Mesmos indicadores para o Japão.




Segue cotação do real em todo o período do câmbio flutuante em comparação com a flutuação do índice DXY (dólar contra cesta de moedas internacionais).


.